sábado, abril 01, 2006

Bem, hoje é sábado e eu acordei meio ruinzinha. Siim, a emeto batendo na porta, mas posso dizer com segurança que o meu ruinzinha nem chega aos pés do ruinzinha de antes, ou seja, senti um leve desconforto até agora, mas muito leve! ainda assim, almocei bem, tomei café bem e estou o dia todo (até agora) fazendo trabalhos pra faculdade. Não precisei me deitar na cama, nem ficar pensando nisso o dia todo. Agora vou parar de trabalhar e ver se dou uma saída, tomo um sorvete, enfim, esqueço até desse leve mal-estar!

Mas eu estou feliz, superando tudo. Outro dia estava falando com minha psi que eu achava que a gente nunca se cura de uma fobia. aí ela me disse: "É. É verdade. Mas a gente certamente pode aprender a conviver bem com ela, assim como estás fazendo."

Aí eu perguntei: "Mas e se acontecer um ap. traumático denovo e me der tudo denovo?"

Ela: "É um risco, mas eu acho difícil, já que estás vendo que podes superar isso tudo, basta querer. E podes ajudar outros que se sentem como tu"

É isso mesmo que quero fazer! :)
aliás, lembram q ela tinha me indicado tomar paroxetina ou sertralina pras crises de depressão e ansiedade? eu nem tinha começado a tomar e ela já mandou nem começar. Não estou precisando, segundo ela. Ainda que ontem eu fiquei sabendo de uma nptícia muito muito ruim e muito muito triste, isso não me afetou mais do que eu esperava, com esse mal estar fraco de hoje e uma tristeza, mas que já está passando, ou seja, estou aprendendo a lidar com as coisas.

ainda sobre isso: tratamento psicoterápico sem remédios pode ajudar sim. basta boa vontade do paciente. Já exitem pesquisas que apontam que pessoas tomando anti-depressivos e outras que se tratam somente com psicoterapia, depois de um certo tempo apontaram o mesmo nível de serotonina no cérebro, logo.... vambora!

E agora, minha querida Anônima:

Ei, ó: o que eu acho primordial pra ti: Não se desespera, porque tuas sensações são pioradas em 50%. Primeiro vamos encarar a endo e ver o que está acontecendo. Pode ser que tenha alguma coisa e você só precise de um remédio pra se tratar. Mas pode ser que não. Aliás, a faculdade é o que menos importa agora sabe, o que importa é a tua saúde, afinal, a faculdade vai estar lá ano que vem ou no outro, mas você tem que estar bem pra poder aproveitá-la. Então, se tu sentir necessário, tranque-a. Sabe, eu me afastei do trab justamente porque não conseguia fazer nada lá, isso quando eu conseguia ir até lá. E foi a melhor coisa que eu fiz pra me tratar, já que podia me afastar, me afastei.

Parece que você anda mais ou menos como eu há pouco tempo. Triste demais, sem vontade de sair da cama. Isso é a depressão que está pegando já que a vida de um emeto em crise é um caos, consequencia natural. Mas tens que tentar te animar, nem que seja um pouco. Come chocolate, que tem serotonina naturalmente, quem sabe você se anima um cadinho por dia. Converse com pessoas, não fique sozinha não! É bem difícil, eu sei.

A endo não é tão ruim. Você fica dopada e não sente nada, o comprimido que ele vai te dar vai te deixar meio apagadona e talvez tu até durma (eu dormi). Pensa que se der ânsia, tu não faz, só tenta não antecipar o sofrimento. Explica pra ele como tu se sente qdo tu chegar lá, certamente ele vai te explicar direitinho (antes do procedimento) o efeito do remédio e o que tu pode fazer pra ficar menos nervosa.

Eu também sempre fui fraca pra doenças, parece que temos muita coisa em comum. Mas pensa que tem tanta gente que sofre mais do que nós com outras coisas graves, então temos que pensar que vamos ficar curadas e que sairemos bem dessa. O Pode até parecer clichê, mas o principal aqui é tu ter uma atitude positiva em relação as coisas a tua volta. Vai pra facul carregando um saco de lixo, quem sabe e garrafinhas de água (eu tô nessa fase). Ache saídas que te acalmem um pouco. leia sobre o assunto, escreva o que sente, assim como eu faço. ajuda, e muito, principalmente quando se encontra pessoas com quem se pode conversar e ajudar!

Se quiseres postar aqui no blog, o espaço está aberto, eu te cadastro como colaboradora e tu pode desabafar! Outro dia comentei sobre você com a minha psi e ela disse que uma grande ajuda pra você talvez seja conversar com quem está se tratando e curando pra você ver como tudo isso tem solução.

Podes me mandar mail - aí quem sabe a gente se fala por msn (não vou te passar o contato por aqui) ou troca mais idéias que talvez tu não queira falar aqui por ser público, anota aí: webzoe@gmail.com